Uncategorized

Querido PAI*

 

tenho saudades tuas. não de como estavas, imóvel, seco e ao tono da vida, a respirar porque te ajudavam.

tenho saudades das tuas histórias, de como as contavas de formas diferentes para que tomássemos atenção. tenho saudades das tuas pernas arqueadas e do barulho que fazias ao arrastar os chinelos. tenho saudades dos objetos que criavas para solucionar os problemas, de como gostavas da sopa quente e de ensinar curiosidades a quem se cruzasse na tua estrada.

tenho saudades da alegria com que fui crescendo ao teu lado. dos teus ensinamentos, palavras de animo e preocupação. ensinaste-me a honestidade, humildade e até o vaidosismo.

deixaste um legado que será a tua eternidade. eu fico com ele, vou carregá-lo em mim até o poder deixar também.

devo-te tudo o que sou, toda minha parte criativa vem do teu modelo. a minha humildade também.

eu já queria que fosses. que tudo o que estavas a passar finalizasse ali, assim foi, com o olhar baço e respiração sem compasso.

és o meu herói e tudo farei para ser o teu.

olha por nós.

Beijos de admiração e saudade.

*meu avô . GILA . 26jul2012

Advertisements